SENTIU DOR AO CORRER? FAÇA ISSO PARA RESOLVER | Pílulas Para Emagrecer T2E14 💊

É comum sentirmos DOR AO CORRER, principalmente na região da barriga. É aquela dor no baço, dor de facão, dor na barriga, enfim, cada um chama de um jeito.

A dor ao correr pode ser um sinal claro do seu corpo de que aquela atividade que você está fazendo está exigindo mais do que o seu corpo aguenta.

É importante respeitar o seu corpo e diminuir o ritmo para que nossos treinos sejam desafiadores e não sacrificantes.

📘 COMPRE NOSSO LIVRO 📘
http://bit.ly/SaudavelSemSerChato_Saraiva

Continue assistindo Saúde na Rotina! Clique aqui: https://www.youtube.com/watch?v=xszoD9VIB9A

VÍDEOS IMPORTANTES

– ADIANTA FAZER EXERCÍCIO E COMER PORCARIA? https://www.youtube.com/watch?v=-UrTCDtarFE

– ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE AÇÚCAR E CARBOIDRATO: https://www.youtube.com/watch?v=smEetM1jpmA

– LISTA DE COMPRAS NO MERCADO: https://www.youtube.com/watch?v=smEetM1jpmA

– 20 ERROS QUE TE IMPEDEM DE EMAGRECER: https://www.youtube.com/watch?v=jaPXAbqSr8Y

– 10 DICAS DO GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA: https://www.youtube.com/watch?v=__IYWysKMr0

Fale com a gente do jeito antigo 🙂
Mande sua carta para:
CAIXA POSTAL 79707
CEP 05022-001 – São Paulo-SP

Consulte sempre um médico antes de começar a fazer exercícios. Qualquer atividade física feita sem a supervisão de um Professor de Educação Física competente pode causar lesões. Por isso, sempre frisamos nos vídeos que é preciso ir devagar, ter paciência com os resultados e respeitar os limites do seu corpo.

Arte da Vinheta: Rafa Massa
Música da Vinheta: “Sonhos”, da Banda Sexto Grau

Nossos amados Goiaba-Patrões que nos ajudam a produzir conteúdo saudável pra todo mundo:

Adilson Amaro, Alex Figueiredo, André Henrique, André Lima, Angela Martins, Bruna Dias, Bruno Campos, Carlos de Freitas, Carlos Gomes, Carlos Henrique, Christiana Serpa, Clarissa Pérez, Claro Pires, Claudiane Erram, Clayton Ferreira, Cynthia Cardoso, Daia Schmitt, Daniel Freitas, Daniela Borges, Danilo Oliveira, David William, Denys Leonardo, Diogo Felix, Eduardo Fernando, Eduardo de Oliveira, Eduardo Yada, Elaine Ximenes, Eric Hayashi, Everlene Vieira, Fabiana Martins, Fernanda Beraldo, Fernando Fiuza, Flavio Silva, Gabriela Prado, Geovanne Duarte, Gisele Checco, Gisele Borges, Gledston Caires, Guilherme Noguchi, Helen Camilo de Aguiar, Henrique Guimarães, Herberth Oliveira, Heron Schwarz, Jéssica Correa, Jéssica Dalcin, João Vítor Amaral, John Vincent, Julia Entschev, Juliano Cordeiro, Katia Afonso, Keit Oliveira, Kelly Fighera, Kivia Valadares, Kleber da Silva, Laisa Stuani, Lázaro Carvalho, Leandro Cordeiro, Leonardo Oliveira, Lina Balestrini, Linneu de Andrade, Lívia Stark, Lucas Alves, Lucas Mendonça, Luiza Strambi, Luzia Rodrigues, Mai Reinhardt, Marcela Rosariio, Marcia Lirangi, Mardem Reifison, Maria Ailde, Mariana Arakaki, Mariana Carpilovsky, Mariele Carvalho, Marília Varoni, Matheus Veloza, Mauro Baumgarten, Mayza Cristina, Melissa Zampronio, Mila Fernandes, Monique Acosta, Murillo Berti, Natan da Silva, Nívia Arruda, Omar Moneim, Patricia Bernardo, Patt Buturi, Paulo Petitinga, Pedro Frontin, Poliana , Rafael Moura, Rafael Mendonça, Rafael Profeta, Rafaella Leite, Raphael Rocha, Renan Souza, Renato Mendes, Ricardo Brisolar, Robson Simão, Samantha Rohr, Selma dos Santos, Sidney Cruvinel, Silvana Chaves, Talita Ghiotti, Tatiane Rocha, Tamara Vitorino, Thiago Becker, Valéria Cantão, Xavier, Wallace Barbosa, Wanessa Loise

PUNHO Exercícios Fratura do Rádio Distal AMPLITUDE DE MOVIMENTO Clínica Fisioterapia Dr Robson Sitta

▼CLÍNICA de FISIOTERAPIA DR. ROBSON SITTA
(11)2528.4661 Ligue e agende sua consulta
Rua Coriolano 1480 – Vila Romana (Lapa), SP

FAÇA PARTE DAS MINHAS REDES SOCIAIS:
▼ INSCREVA-SE no YOUTUBE: https://www.youtube.com/channel/UCb7a…

▼ Visite SITE OFICIAL: www.fisiositta.com.br

▼ CURTA no FACEBOOK: https://www.facebook.com/fisiositta?f…

▼ ADICIONE no LINKEDIN: http://br.linkedin.com/pub/robson-sit…

▼ SIGA no INSTAGRAM: https://www.instagram.com/robson.sitta/

FISIOTERAPIA ESPECIALIZADA em ORTOPEDIA & TERAPIA MANUAL
Pós Operatório Fratura do Rádio Distal do Punho
Exercícios para Ganho de Amplitude de Movimento ADM domiciliar com a Técnica de Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva PNF

A Fratura de rádio distal mais conhecida como fatura do punho é bem comum de se acontecer e simples de ser tratado.

3% das fraturas que ocorrem no corpo
Incidência alta (muito comum) com números de estatísticas americanas com mais de 640.000 casos por ano.
Ocorre mais em 2 populações:
Dos 5 aos 24 anos – geralmente homens – traumas de alta energia (quedas de altura/ queda de moto e bicicleta/ acidente automobilístico/ prática do esporte – queda).
Idosos (acima de 60 anos) – geralmente em mulheres (pelo fator de risco da osteoporose) – traumas de baixa energia (queda da própria altura – tombo)

Opções de Tratamento
As principais formas de tratamento são essas:

Primeiro exemplo mostra um gesso (tratamento não cirúrgico).
Segundo mostra fios de aço (kirshner) que são inseridos por cirurgia e geralmente colocados de forma percutânea.
Terceiro mostra um fixador externo que é usado para casos específicos.
Quarto utilizando placas que é um método de fixação abrindo o foco de fratura para estabilização.

O que é importante saber se tenho uma fratura do radio distal?
Quais os fatores que influenciam no tratamento
Existem 5 fatores preponderantes para definir o tratamento:
Idade maior 60 anos
Se a fratura é articular
Se a fratura é tem outra lesão associada (exemplo uma fratura da ulna)
Se o Angulo de deslocamento do radio esta muito alterado mesmo após uma redução.
Se existe fragmentação da parte dorsal do radio distal ( o que da sustentação ao osso). Isso também determina um prognóstico ruim para deslocamento dorsal.

Mas como funciona o tratamento sem cirurgia?
Em geral fica uma tala ou gesso da axila ao punho por 4 semanas (que mantém o cotovelo imobilizado também) e após substitui-se esse por uma tala antebraquiopalmar por 2 semanas.

O tratamento em geral dura 6 semanas. Alguns casos podem ter duração menor. Retorno as atividades simples (ex: como dirigir, lavar uma louça, ou outras que não exijam força), sem o uso de tala em geral é permitido a partir da 6 semana. Pode ocorrer antes dependendo do caso. Exercícios vigorosos geralmente são liberados a partir das 12 semanas do tratamento.

E o tratamento cirúrgico? Como funciona?
Pode ser realizado com os seguintes materiais:

Placas e parafusos
Fios de aço
Fixador externo
Cada caso tem sua indicação. Apesar de os resultados entre a placa e o fixador serem muito similares há vantagens e desvantagens de cada método

Capsulite Adesiva / Ombro Congelado + Síndrome do Impacto – Clínica de Fisioterapia Dr. Robson Sitta

▼ (11)2528.4661 Ligue e agende sua consulta
Rua Coriolano 1480 – Vila Romana (Lapa), SP.
Clínica de Fisioterapia Dr. Robson Sitta

▼ INSCREVA-SE em nosso canal no YouTube e receba todas as novidades em tempo real: https://www.youtube.com/channel/UCb7a…

▼ Visite o site oficial e saiba mais: www.fisiositta.com.br

▼ CURTA no Facebook Clínica de Fisioterapia Dr. Robson Sitta: https://www.facebook.com/fisiositta?f…

▼ ADICIONE no LinkedIn Robson Sitta: http://br.linkedin.com/pub/robson-sit…

▼ SIGA no INSTAGRAM: https://www.instagram.com/robson.sitta/

FISIOTERAPIA ESPECIALIZADA em ORTOPEDIA & TERAPIA MANUAL
Tratamento de Fisioterapia para Capsulite Adesiva / Ombro Congelado + Síndrome do Impacto do Ombro (ANTES e DEPOIS) EVOLUÇÃO CLÍNICA

A capsulite adesiva, conhecida popularmente como “ombro congelado”, é um quadro que se caracteriza por limitação dos movimentos e intensa dor no ombro, que pode durar de vários meses até anos. A capsulite adesiva é provocada por uma inflamação da cápsula que reveste a articulação do ombro.

O ombro congelado é um problema relativamente comum, acometendo cerca de 3 a 5% da população geral. A doença torna-se mais frequente a partir dos 55 anos, sendo rara antes dos 40 anos de idade. As mulheres são mais acometidas que os homens.

Estudos mostram que o ombro do braço não dominante é ligeiramente mais susceptível à capsulite adesiva; portanto, canhotos têm mais risco de lesão no ombro direito e destros têm mais chances de ter capsulite no ombro esquerdo. Independentemente de qual ombro foi acometido primeiro, em cerca de 10% dos pacientes, o ombro contralateral também torna-se doente dentro de um intervalo de 5 anos.

Neste artigo vamos explicar o que é a capsulite adesiva, como ela surge, quais são os seus sintomas e quais são as formas de tratamento atualmente disponíveis.

O QUE É A CAPSULITE ADESIVA
O ombro é uma articulação formada por 3 ossos: o úmero (osso do braço), a clavícula e a espátula (também conhecida como omoplata).

A articulação do ombro é envolvida pela cápsula articular do ombro, que é uma membrana que ao mesmo tempo cria estabilidade e permite a livre movimentação da articulação.

A capsulite adesiva é uma doença que provoca inflamação, fibrose, espessamento e rigidez da cápsula articular, levando à dor e à impotência funcional do ombro. A capsula, que normalmente é um tecido elástico, torna-se rígida e bastante dolorosa.

A capsulite adesiva é uma lesão ombro diferente da bursite e da tendinite do ombro. A bursite do ombro é provocada pela inflamação da bursa sinovial, que é uma espécie de almofada localizada no interior da articulação. Já a tendinite do ombro, como o próprio nome diz, é uma inflamação dos tendões do ombro.

CAUSAS DA CAPSULITE ADESIVA
A capsulite adesiva pode estar relacionada a traumas do ombro ou a doenças sistêmicas, que nada têm a ver a articulação do ombro, tais como diabetes, hipotireoidismo ou doenças cardiovasculares. O ombro congelado também pode ser uma doença idiopática, isto é, um problema que surge sem que possamos identificar uma causa clara.

Não sabemos exatamente qual é o mecanismo fisiopatológico que leva à formação da capsulite adesiva, mas alguns fatores de risco já estão bem estabelecidos. São eles:

Idade acima de 50 anos.
Traumas na região do ombro.
Imobilização prolongada do braço.
Cirurgias (não necessariamente do ombro).

SINTOMAS DA CAPSULITE ADESIVA
Os dois principais sintomas do ombro congelado são a dor e a incapacidade funcional, que é a dificuldade de fazer os movimento habituais do ombro.

A capsulite adesiva habitualmente se desenvolve em três fases:

1- Fase dolorosa ou inflamatória → o quadro de capsulite adesiva inicia-se com progressiva dor ao movimento, que torna-se muito intensa e causa também gradual perda da capacidade de mover o ombro. Os sintomas agravam-se ao longo de semanas e costumam ser piores à noite. Ao contrario da bursite e da tendinite, cuja dor estão associadas a determinados movimentos do ombro, a dor da capsulite surge com qualquer tipo de movimento. Essa fase dura de 2 a 9 meses.

2- Fase de congelamento ou rigidez → Após meses de agonia, a dor começa a reduzir. Por outro lado, a rigidez do ombro torna-se mais intensa, impedindo a sua mobilidade. Nesta fase, que dura de 4 a 12 meses, a incapacidade funcional não está diretamente ligada à dor, o paciente simplesmente não consegue mover o ombro como antigamente porque ele encontra-se rígido ou “congelado”. Levantar o braço, coçar as costas, vestir um casaco ou fechar o sutiã podem se tornar tarefas impossíveis. Nesta fase, a dor só costuma surgir quando o paciente tenta mover o ombro para além do possível.

3- Fase de recuperação ou descongelamento → após mais de 1 ano de dor e incapacidade funcional, o ombro começa a “descongelar”. O paciente vai, aos poucos, retomando a capacidade de mover os ombros de forma ampla e a dor desaparece completamente. Essa fase pode demorar de 5 a 24 meses para ficar completa.

FIBROMIALGIA: Exercícios para amenizar as dores | #JuliVidaAtiva EP11

FIBROMIALGIA! Você tem ou conhece alguém que tenha?

O exercício certo pode ajudar a amenizar as dores e permitir que se tenha uma vida mais ativa e este é o assunto deste episódio de #JuliVidaAtiva!

Assista o ep. completo: https://youtu.be/Wzg1kpaRAlU

⚠ Essa doença é mais comum do que se imagina, COMPARTILHE ESSE VÍDEO! Quem tem fibromialgia pode ter menos dores e muito mais movimento, vamos chegar até elas!!!

🌟Inscrições para a 1a Semana Meta Clara Emagrecimento: http://bit.ly/semanametaclaraemagrecimento

≫ #JuliScheuer #MetaClara

━━━━━━━━━━━━▼━━━━━━━━━━━━

#JuliVidaAtiva, episódio novo todas as terças-feiras às 18h, aqui no Youtube!! Espero você!!

━━━━━━━━━━━━▼━━━━━━━━━━━━

Acompanhe todas as novidades nos canais Juli Scheuer | Meta Clara:
≫ Youtube: http://bit.ly/youtube_julimetaclara
≫ Instagram: http://bit.ly/instagram_julimetaclara
≫ Facebook: http://bit.ly/fanpage_julimetaclara
≫ Pinterest: http://bit.ly/pinterest_julimetaclara

Exercícios para eliminar a dor nas costas e para se sentir bem

Quer aprender como eliminar a dor nas costas em poucos minutos?
Se a resposta foi sim, aprenda nesta vídeo aula exercícios simples e fáceis de se praticar que ajudam a eliminar a dor nas costas.
Você sabia que envelhecer bem é uma questão de atitude!
Agora, vem comigo e vamos praticar juntos.

PROGRAMA ENVELHECER BEM
Quer ficar melhor com você a cada dia?
Quer ter um corpo mais saudável em qualquer idade?
Quer aprender a eliminar a dor no corpo e na coluna sem remédios?
Quer viver com menos estresse e ansiedade?
Quer ficar mais feliz com você?

Saiba Mais: http://bit.ly/ProgramaEnvelhecerBem

Meu Blog http://www.andrelimaoliveira.com
Fale comigo: contato@andrelimaoliveira.com

Link do Vídeo https://youtu.be/cHR0YJda4FQ

Música: Arms of Heaven

Você sente dores nas pernas? Mais um exercício em casa para fortalecer suas pernas

Mais um exercício para fazer em casa com um material simples e barato para fortalecer suas pernas e diminuir possíveis dores nessa região.
www.ativesuavida.com.br
www.facebook.com/renatolealpersonal
www.instagram.com/renatopersonalativesuavida